RESUMO GERAL
FONSECA, Varley Andrade. Palma forrageira ‘Gigante’ irrigada com água salina sob densidades de plantio. 2021. 65p. Tese (Doutorado em Produção Vegetal no Semiárido) –
Universidade Estadual de Montes Claros, Janaúba-MG. Orientador: Sérgio Luiz Rodrigues TESE UNIMONTES_VARLEY ANDRADE FONSECA 2021 (1)Donato – IFBaiano – Campus Guanambi. Coorientadores: Marcos Koiti Kondo – Unimontes e
Marcelo Rocha dos Santos – IFBaiano.
A palma forrageira é uma cultura relevante no cenário da pecuária, e amplamente cultivada
devido às adaptações morfofisiológicas de tolerância às condições edafoclimáticas da região
semiárida, que permitem a produção de forragem. Objetivou-se avaliar as características
morfométricas, de rendimento e os teores de nutrientes em palma forrageira ‘Gigante’ irrigada com água salina sob densidades de plantio. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com parcelas subsubdivididas, sendo utilizados nas parcelas dois turnos de rega (7 e 14 dias), nas subparcelas quatro densidades de plantio (20.000; 40.000; 60.000 e 80.000 plantas ha-1) e nas subsubparcelas quatro lâminas de irrigação (0, 11, 22 e 33% da ETo). A irrigação com água de alta salinidade não limita o crescimento e a produtividade de palma forrageira ‘Gigante’, até o segundo ciclo de produção. A aplicação da lâmina 33% da ETo promove incremento das características morfométricas, aumento da produtividade de matéria verde no primeiro e segundo ciclo e da produtividade de matéria seca no primeiro ciclo da palma forrageira ‘Gigante’. As máximas produtividades de matéria verde e seca, e de eficiência de uso da água com base nestas produtividades são obtidas com densidades de plantio de 61.465 e 67.786 plantas ha-1, e 61.848 e 69.707 plantas ha-1, respectivamente. A aplicação de lâminas crescentes de irrigação promove redução da eficiência de uso da água com base nas produtividades de matéria verde e de matéria seca. A aplicação da lâmina 33% da ETo com água de alta salinidade, possibilita aumento dos teores de N, P, Ca, Mg, B, Cu, Mn e Zn nos tecidos dos cladódios de palma forrageira ‘Gigante’. Os máximos teores de K, S e Na nos tecidos dos cladódios são obtidos com aplicação de lâminas de irrigação entre 16 e 25% da ETo.
Palavras-chave: Opuntia fícus-indica. Salinidade. População de plantas.

Ver tese

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here